Autor Arquivo: elizatudy

Serviço DNS – entenda como funciona

Circuitos eletrônicos biodegradáveis dissolvem no corpo

Eletrônica transiente

Uma nova classe de circuitos eletrônicos pode não apenas ser implantada no corpo humano, como também se degrada, desaparecendo por completo depois de cumprir sua tarefa.

Ao contrário dos circuitos eletrônicos tradicionais, que são projetados para durar pelo menos até a próxima versão deles próprios, os circuitos eletrônicos biodegradáveis são temporários, com um tempo de vida bem demarcado, agendado no próprio circuito.

A tecnologia poderá ser útil nos implantes biomédicos, para ajudar a tratar condições temporárias, como infecções, ou para estimular ações fisiológicas, como o crescimento de ossos.

Os circuitos eletrônicos “transientes”, ou temporários, foram fabricados por Suk-Won Hwang, da Universidade de Tufts, em colaboração com a equipe do Dr. John, um pioneiro na área da eletrônica flexível.

para saber mais, acesse:http://www.inovacaotecnologica.com.br/noticias

Novidades Apple

Oi pessoas, aqui um breve resumo do evento da Apple para apresentar o novo iPhone 5, espero que gostem.

Criando um holograma em casa…

vejam só que interessante esse vídeo

Software de animação ajuda a modelar metástase do câncer

Software de animação ajuda a modelar metástase do câncer

Simuladores científicos

Seja ao lado de microscópios ou de telescópios, as simulações computadorizadas já estão entre os instrumentos mais utilizados atualmente por cientistas das mais diversas áreas.

Tanto que a programação de simuladores já alcançou o status de disciplina, com esses programas servindo como método de demonstração de teorias e explicação de experimentos.

O mais recente sucesso dessa técnica, de tentar reproduzir em computador o que ocorre no mundo real, foi apresentado por Angela Lee e seus colegas da Universidade do Sul da Califórnia, nos Estados Unidos.

A equipe conseguiu simular pela primeira vez as forças físicas envolvidas no processo da metástase, o espalhamento do câncer pelo corpo.

Usando uma técnica estatística usada por programas de animação, os cientistas criaram um programa que mostra como as células do câncer entram na corrente sanguínea, por onde se espalham pelo resto do organismo.

Início da metástase

Embora seja a principal causa das mortes por câncer, a metástase é um processo ainda muito pouco compreendido.

As melhores hipóteses defendem que é a viscosidade do sangue nos capilares que alimentam o tumor que eventualmente arranca as células, levando-as para outras partes do corpo, da mesma forma que uma fita adesiva rasga um papel de presente.

O que os cientistas queriam verificar era se essa hipótese se sustentava – se um fluido com a viscosidade do sangue era mesmo capaz de arrancar uma célula através das paredes dos capilares.

Como não é possível medir diretamente as forças que o fluxo sanguíneo impõe sobre as células do tumor, os pesquisadores fizeram imagens do sangue fluindo a diferentes velocidades sobre células do câncer de mama.

Modelo Ativo de Formas

Para encontrar o desconhecido – a relação entre célula e sangue – os cientistas fizeram a ponte entre os dois momentos conhecidos – a célula fixa no tumor e a célula já livre na corrente sanguínea.

Isto foi possível usando o Modelo Ativo de Formas (ASM: Active Shape Model), uma técnica estatística que os animadores usam para criar monstros virtuais.

Os Modelos Ativos de Formas monitoram o formato de um objeto conforme ele se deforma dinamicamente.

Quando combinado com os dados experimentais, o software permitiu aos cientistas calcular as forças do fluido sanguíneo agindo sobre a célula.

Evitando a metástase

Embora explique apenas o primeiro passo da metástase, o estudo representa um primeiro passo importante, e longamente esperado, rumo ao entendimento das propriedades mecânicas das células cancerosas, e de como elas viajam pelo corpo.

O objetivo final da equipe é desenvolver uma simulação completa dos múltiplos passos envolvidos na metástase, dando aos médicos informações essenciais para que eles tentem impedir que ela ocorra.

Como acontece com todos os experimentos virtuais em simuladores, agora os cientistas terão que testar as forças envolvidas para verificar se elas podem explicar o início da metástase na prática, e não apenas no computador.

Bibliografia:
A low-dimensional deformation model for cancer cells in flow
A.M. Lee, M.A. Berny-Lang, S. Liao, E. Kanso, P. Kuhn, O.J.T. McCarty, P.K. Newton
Physics of Fluids
Vol.: Accepted Paper

Fonte:http://www.inovacaotecnologica.com.br/noticias

Tela mecanicamente 3D

Tela mecanicamente 3D move o mundo à sua frente

3D real

Ela parece estranha e pouco prática a princípio.

Mas o conceito de uma tela seccionada, cujas partes movem-se verdadeiramente para criar uma sensação 3D, tem potencial para vencer essa primeira impressão negativa.

O grande responsável pelo aspecto desajeitado e “mecânico” são as nove telas de cristal líquido, que são planas e rígidas.

Mas é bom não se esquecer que as telas flexíveis já estão a caminho.

Cada uma das pequenas telas pode se mover de forma totalmente independente, inclinando-se para qualquer lado, assim como movendo-se para cima e baixo, o que permite um ajuste que dá profundidade às imagens que cada segmento está mostrando naquele momento.

Tela mecanicamente 3D

Imagine a cena de um avião, ou de um personagem de um game, voando rente ao solo: durante o voo, cada segmento da tela vai-se ajustando automaticamente para mostrar a proximidade dos objetos ou a distância das paisagens que vão surgindo.

Este é o cenário que melhor demonstra as capacidades da tela inclinável.

Embora o protótipo tenha o tamanho de um tablet, uma tela “mecanicamente 3D” de maiores dimensões poderia dar literalmente uma nova dimensão também para outras aplicações.

“Essas oportunidades incluem o trabalho colaborativo, a modelagem de terrenos, vídeos 3D e games tangíveis. Nós podemos imaginar muitos cenários que poderão se beneficiar da ‘fisicalidade’ oferecida pelas telas inclináveis,” disse Sriram Subramanian, da Universidade de Bristol, no Reino Unido.

fonte:http://www.inovacaotecnologica.com.br/noticias

Pior que acontece…

tutorial html

 

 

Oi pessoal, dando continuidade recomendo que vocês acessem o site: http://pt-br.html.net/tutorials/html/lesson4.php

o material é bastante didático e auto explicativo

DIVIRTAM-SE!!!

 

Tutorial html

1° PASSO:

Você precisará de um simples editor de textos. Se você tem instalado o Windows, poderá usar o Notepad, que normalmente pode ser encontrado no site http://www.baixaki.com.br/download/notepad-.htm

Notepad é um editor de texto básico e simples, mas excelente para codificação, porque não interfere no que você está digitando. Com ele o controle é todo seu, você é o único responsável pelo acertos ou pelos erros do seu código.

é importante que você conheça a ferramenta com a qual irá trabalhar, então vamos lá:

HTML é uma linguagem que possibilita apresentar informações (documentação de pesquisas científicas) na Internet. Aquilo que você vê quando abre uma página na Internet é a interpretação que seu navegador faz do HTML. Para visualizar o código HTML de uma página use o menu “View” (Ver) no topo do seu navegador e escolha a opção “Source” (Código fonte).

Para que devo usar o HTML?

Se você quer construir websites terá que conhecer HTML. Mesmo que você use um programa para criar seu website, tal como o Dreamweaver, um conhecimento básico de HTML será necessário para tornar as coisas mais simples e para criar um website de melhor qualidade.

O que são “Tags”?

Tags são rótulos usados para informar ao navegador como deve ser apresentado o website. Todas as tags têm o mesmo formato: começam com um sinal de menor “”.
existem as tags de abertura: e tags de fechamento: . A diferença entre elas é que na tag de fechamento existe um barra “/”. Tudo que estiver contido entre uma tag de abertura e uma tag de fechamento será processado segundo o comando contido na tag.

Mas, como toda regra tem sua exceção, aqui no HTML a exceção é que para algumas tags a abertura e o fechamento se dá na mesma tag. Tais tags contém comandos que não necessitam de um conteúdo para serem processados, isto é, são tags de comandos isolados, por exemplo, um pulo de linha é conseguido com a tag
.

No próximo post daremos continuidade ao tutorial, fique atento…

O mundo sem internet

.

Já parou para pensar o que seria do mundo sem internet? O que seria do mercado de tecnologia? O que seria de você? O que seria da comunicação? A internet teve seu inicio no Brasil em meados de 1988, desde lá muitas coisas mudaram, a iniciar-se pela forma de comunicação. Com a internet, se comunicar com uma ou diversas pessoas ao mesmo tempo em lugares distintos do mundo é fácil e barato, o que há anos atrás seria praticamente inviável
Por mais que a internet tenha iniciado em 1988 aqui no Brasil, poucos tinham acesso, afinal em seu princípio o uso era restrito a Universidades que faziam a pesquisa para trazer ao Brasil uma nova forma de comunicar. A popularização da internet venho por volta do ano de 2000 – 2001. Com sites e informações precárias a internet chegou a ser cotada como algo que não daria certo, o que entendemos hoje que não é verdade. A internet está aí e é muito utilizada por milhões de pessoas diariamente, este uso se dá desde residências a escritórios, uso pessoal a comercial. Milhares de pessoas sobrevivem de internet, trabalham, estudam e investem tempo para tornar cada vez mais interativa e participativa a web. É este trabalho que faz a internet evoluir.
E você, o que acha do mundo sem a internet? Deixe seu comentário, gostaríamos de saber sua opinião